Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas”

Livro dos Espíritos – Capítulo I – De Deus – Deus e o infinito

 ________________________

“Deus, espírito e matéria constituem o princípio de tudo o que existe, a trindade universal. Mas ao elemento material se tem que juntar o fluido universal, que desempenha o papel de intermediário entre o Espírito e a matéria propriamente dita, por demais grosseira para que o Espírito possa exercer ação sobre ela. Embora, de certo ponto de vista, seja lícito classificá-lo com o elemento material, ele se distingue deste por propriedades especiais. Se o fluido universal fosse positivamente matéria, razão não haveria para que também o Espírito não o fosse. Está colocado entre o Espírito e a matéria; é fluido, como a matéria, e suscetível, pelas suas inumeráveis combinações com esta e sob a ação do Espírito, de produzir a infinita variedade das coisas de que apenas conheceis uma parte mínima. Esse fluido universal, ou primitivo, ou elementar, sendo o agente de que o Espírito se utiliza, é o princípio sem o qual a matéria estaria em perpétuo estado de divisão e nunca adquiriria as qualidades que a gravidade lhe dá.”

Livro dos Espíritos – Capítulo II – Dos elementos gerais do universo – Espírito e Matéria

 ________________________

“Jesus não veio destruir a lei, isto é, a lei de Deus; veio cumpri-la, isto é, desenvolvê-la, dar-lhe o verdadeiro sentido e adaptá-la ao grau de adiantamento dos homens.

Por isso é que se nos depara, nessa lei, o principio dos deveres para com Deus e para com o próximo, base da sua doutrina. Quanto às leis de Moisés, propriamente ditas, ele, ao contrário, as modificou profundamente, quer na substancia, quer na forma. Combatendo constantemente o abuso das práticas exteriores e as falsas interpretações, por mais radical reforma não podia fazê-las passar, do que as reduzindo a esta única prescrição: “Amar a Deus acima de todas as coisas e o próximo como a si mesmo”, e acrescentando: aí estão a lei toda e os profetas.”

O Evangelho Segundo o Espiritismo – Capítulo I – Não vim destruir a lei – O Cristo

 ________________________

Fora da caridade não há  salvação.

Paulo – Paris, 1860 (O Evangelho Segundo o Espiritismo)

 ________________________

Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei…

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade.

Allan Kardec

 ________________________

O espírito nasce no mineral, dorme no vegetal, se agita no animal e acorda no homem.

Léon Denis

 ________________________

Melhor é repelir dez verdades do que admitir uma única falsidade.

Erasto (Cap. XX “Da Influência do Médium” – O Livro dos Médiuns)

_______________________

O Espírito não retrograda, mas a forma perispiritual se degrada.

Ranieri (do livro “O Abismo”)